Estaca Ômega

Estaca Ômega

A ESTACA ÔMEGA TEM SE DESTACADO COMO UM MARCO NA ENGENHARIA GEOTÉCNICA, POIS OFERECE UMA SOLUÇÃO PRECISA E EFICIENTE, CAPAZ DE SUSTENTAR UMA VARIEDADE DE ESTRUTURAS EM DIFERENTES CONDIÇÕES DE SOLO. ESSA TÉCNICA TOTALMENTE INOVADORA APRESENTA UMA SÉRIE DE CARACTERÍSTICAS QUE A TORNAM UMA ESCOLHA CADA VEZ MAIS ATRATIVA PARA PROJETOS DE FUNDAÇÕES MODERNOS.

Para execução da Estaca Ômega são utilizados equipamentos do tipo hélice contínua monitorada de grande porte, com torques elevados. O processo executivo se inicia com a cravação de um trado contínuo helicoidal no solo, por meio de rotação, sem transporte do material escavado à superfície. A segunda etapa do processo é semelhante a hélice contínua monitorada, com o bombeamento de concreto fluido pelo eixo do trado e concomitante retirada deste do solo, o que permite a execução deste tipo de estaca em solos com nível d’água existente. A armadura é então inserida após o término da concretagem até a cota do terreno. 

O grande diferencial desta modalidade quando comparada à estaca hélice contínua monitorada está na etapa de perfuração do solo, pois a cravação forçada do trado sem deslocamento de terra, cria uma compactação do material no subsolo, resultando em uma melhora significativa do atrito lateral e, consequentemente, das cargas admissíveis das estacas.  

Uma característica notável da Estaca Ômega é a ausência total de vibrações durante o processo de instalação. Esse atributo é particularmente valioso em áreas urbanas densamente povoadas, onde vibrações provenientes de métodos tradicionais poderiam causar impactos negativos em estruturas vizinhas. Além disso, a versatilidade da Estaca Ômega é impressionante, sendo adequada para uma variedade de tipos de solo, com exceção daqueles contendo materiais impenetráveis.

A aplicação da tecnologia de monitoramento eletrônico em tempo real é um componente essencial da Estaca Ômega. Cada fase do processo de construção, desde a escavação até a concretagem e colocação da armação, é rigorosamente monitorada e controlada por um sistema computadorizado centralizado. Esse nível de controle assegura a precisão e a qualidade da execução, minimizando a possibilidade de erros. Em resumo, a Estaca Ômega está redefinindo as abordagens tradicionais de fundação em engenharia geotécnica.

Principais vantagens:

– Ausência de vibração;
– monitoramento eletrônico;
– controle de qualidade elevado;
– adaptabilidade a diferentes condições de solo;
– estacas com grande capacidade de carga;
– alta produtividade.  

Compartilhar

Solicite seu orçamento